Dieta e Estrias – Aliando Alimentação Com Resultados Na Pele

Como já havíamos comentado em nosso artigo de boas vindas, sabemos que a dieta é fundamental para atingirmos o nosso objetivo, o corpo tão desejado.

O que vamos trazer hoje é um assunto que tem tudo a ver com dieta : Estrias

Sim, essas marquinhas indesejadas aparecem em alguns casos quando ganhamos ou perdemos peso rapidamente ( as grávidas também sofrem muito ). Mas existe uma solução.

adeus estrias

Mas antes precisamos saber rapidamente, como surgem as estrias ?

Estria é um problema de pele que em uma hora ou outra vai aparecer na sua vida. Mas o que também apareceu são os inúmeros jeitos de prevenir e suavizar essas famosas (e temidas) listras na pele.

Os adolescentes têm. As mulheres grávidas podem ter. Pessoas que vivem engordando e emagrecendo também.

Branca ou avermelhada

A princípio, quando surgem, as estrias são avermelhadas/rosadas. É nesse estágio que elas são mais fáceis de serem tratadas. Se você consultar logo um dermatologista, com o creme correto  pode elimina-las mais rápido. Quando se tornam esbranquiçadas (ou nacaradas, como algumas pessoas falam) é porque já estão “adultas”, aí o tratamento precisa ser mais profundo, leva um tempo maior para eliminar e pode envolver peelings.

O que causa estria

Engordar e emagrecer: as estrias aparecem em sua maioria em pessoas que sempre ganham e perdem peso, o conhecido efeito sanfona. Isso ocorre porque, com o aumento de peso, as células da epiderme não têm tempo de se duplicarem na mesma proporção que as novas células de gordura exigem. Assim, as estrias surgem em regiões em que o aumento de peso é maior, como no bumbum, na barriga, nos braços, nas coxas e nos seios.

Fase do estirão: quando acontece um crescimento rápido durante a puberdade e a adolescência, o corpo precisa de mais tempo para se adaptar ao crescimento dos órgãos e, quando isso não ocorre, a estria aparece. Por isso, muitos adolescentes, mesmo magrinhos, apresentam estrias.

Então é o seguinte:  se você seguir uma dieta equilibrada e super simples como a que vamos comentar aqui, você pode se livrar deste terrível incomodo que nos faz ficar até anti sociais.

Vamos a pequenas dicas:

Vitamina C

Esse nutriente participa de forma ativa da produção do colágeno, uma das principais substâncias de sustentação da pele, ajudando a prevenir estrias. A ingestão regular de vitamina C também tem efeito calmante sobre a pele. “A vitamina C também age como anti-inflamatório e protege a pele das radiações solares”, afirma a nutróloga Bruna Surt, especialista do site. As maiores fontes de vitamina C estão na laranja, acerola, abacaxi, kiwi e goiaba.

Zinco

O zinco presente nos frutos do mar tem ação cicatrizante para a pele, deixando-a saudável e prevenindo o estiramento celular. “E também, o mineral tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que atuam em favor da pele evitando infecções e irritações”, diz a esteticista Bianca Dias, do Spa Jurere. Castanha-do-Pará e gérmen de trigo são fontes de zinco.

Tratamento para Estrias

Tratamento caseiro para estrias com máscara de azeite

  • Quase meia xícara de azeite
  • 1/4 de xícara de aloe vera em gel
  • 6 cápsulas de vitamina E
  • 4 cápsulas de vitamina A

Tratamentos estéticos para diminuir estrias

Laser: É um tratamento bem moderno para redução das estrias. Os tipos de lasers para o tratamento de estrias têm afinidade pela água da pele e, ao atingir a pele, promovem a sua vaporização localizada. Isso estimula uma nova organização desse tecido, com o aparecimento de novas fibras de colágeno e elastina. Um tipo muito utilizado é o Laser Fracionado de CO2, por promover grande melhora, com poucos efeitos colaterais.

Dermoabrasão: É realizado um tipo de lixamento da pele que, ao escoriar a pele, retira uma boa parte da camada superficial. Isso também estimula um processo cicatricial na pele, ajudando na produção de colágeno e elastina.

Ácidos: O tratamento é iniciado com aplicação de cremes ou géis à base de ácido retinóico ou alfa-hidroxi-ácidos (AHA) que aceleram a renovação celular e atua na formação de um novo colágeno. Os resultados começam a ser percebidos após um ano e deve ser interrompido se a pessoa for para o sol.

Lipoaspiração: Para alguns casos a aspiração da gordura superficial na região onde não há estrias estimula a produção de colágeno da pele, melhorando sua elasticidade.

Peeling: Este tratamento é realizado através do lixamento da pele feito com o Skin Lifting, um aparelho israelita que promove um tipo de peeling intenso, ou dermoabrasão, por causa da  ação abrasiva de um jato de microcristais de óxido de alumínio. O peeling elimina de forma suave e uniforme as camadas superficiais da epiderme. O que leva a regeneração das celulas, resultando no surgimento de uma nova pele.

Recentemente saiu um livro digital ( ebook ) chamado Adeus Estrias.

O livro adeus estrias, foi escrito pela Carla Beatriz, especialista no assunto e que trouxe para nós a solução passo a passo para nos livrarmos de vez das malditas estrias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *